18/07/2015

Você vive a sua vida? ou cria a sua vida?

A diferença entre uma e outra é tremenda.

Você até pode sentir-se bem com a sua vida. Faz o que tem de fazer mas depois também se diverte, também faz o que lhe apetece, quando, como e com quem lhe apetece. Mas não é disso que estou a falar.

Criar a sua vida é totalmente diferente. É explorar toda a criatividade que você tem dentro de si e manifestá-la em todas as áreas, aspectos e momentos da sua vida. É ser criativo a cada minuto. Acha que consegue fazer isso?

É mais simples do que pensa. Não é só pegar num pincel e começar a pintar, ou pegar em barro e começar a moldar. É isso também, claro, mas é muito mais. E muito mais acessível do que você julga.

Primeiro que tudo, centrar-se. Encontrar o silêncio dentro de si para poder ouvir o que a sua alma lhe está a querer dizer. Depois pegar nas percepções que está a receber, e nesse momento tudo o que lhe passe na cabeça pode ser importante. Pode ser extremamente revelador. A seguir é hora de começar então a manifestar o que percepcionou, o que sentiu ou recebeu da sua alma. Seja o que for. Podem ser coisas muito simples ou não tão simples. O importante é experimentar. E divertir-se. Ria-se de si próprio. A novidade traz o riso.

Está a ver a quantidade de coisas, pequenas ou não, que podem tornar a sua vida numa curiosa aventura. Porque agora você vai começar a desafiar-se a si próprio. Em que posso ser criativo? O que faço sempre de uma maneira que poderia fazer de tantas?

É divertido. A vida é divertida. Aprenda a rir-se consigo próprio. É uma gargalhada que vem de dentro, acredite!


E veja o que Jesus diz...

Reinventa-te.
Olha para o mais alto de ti próprio e reinventa-te.
Sê mais audaz.
Sê mais vigoroso.
Sê mais enérgico.
Sê mais livre.
Sê mais carinhoso.
Sê mais essencial.
Não te prives de ti próprio, na mais alta vibração que puderes conceber.
Não deixes de perseguir sempre a criatividade necessária para te reinventares.
Sempre.
Sempre.
Sempre.


Jesus
O Livro da Luz, de Alexandra Solnado

Sem comentários:

Enviar um comentário