26/02/2014

Mudança

O meu sistema de crenças é rígido? Nunca mudo de opinião? Depois de ter uma opinião não deixo entrar mais nada? Sou «pré-conceituoso». Pré-conceito. Conceito anterior a… Um conceito que se tem antes de se conhecer o assunto em causa.

A nossa mente deverá ser como o céu azul cravejado de estrelas. Há sempre alguma coisa a mexer. Há sempre uma estrela a brilhar, uma galáxia a andar, uma supernova a explodir, uma estrela a morrer e muitas a nascer. Nunca nada pára no céu. Nem na tua vida.

Considera que o que é hoje pode não ser amanhã. E o que foi ontem pode estar igual… ou não. No dia em que o nosso sistema de crenças admite que tudo é possível, que tudo é possível de acontecer, o nosso chacra índigo abre-se a outras infindáveis possibilidades.

E quando uma mente se abre e se eleva, a comunicação modifica-se, já não se diz o que se pensa, mas o que se sente. Já não são necessárias palavras para comunicar, porque um olhar, um toque, um sorriso podem fazer com que a comunicação se dê de uma forma mais valorosa, mais intuitiva, mais sagrada, mais eterna. E a comunicação fica livre para intuir o que dizer e como dizer.

Jesus 
(Mensagem de Luz / Alexandra Solnado)

20/02/2014

Liberdade

A liberdade é mágica. A liberdade dá-te aquela sensação de que fizeste o que tinha de ser feito. Que estás onde tens de estar. Que tudo está no seu lugar. A liberdade não é um sítio. Não tens de ir a lado nenhum. Não tens de fazer nada para seres livre. Liberdade é teres consciência de que a vida é tua e só tua, e que tens que vivê-la e seres quem és, sem concessões.

É claro que os outros também poderão ser levados em consideração. Mas com limites. Há pessoas que vivem inteiramente para os outros. Tudo o que fazem, fazem-no em nome dos outros. São em nome dos outros. Todas as suas vidas são concessões constantes. Esforçam-se por ser o que esperam delas.

E depois, como a pressão é tremenda, procuram a liberdade desesperadamente numa tentativa vã de se encontrarem. Procuram a liberdade fugindo de si próprias, sempre fora delas. Partem à procura da liberdade.

Eu não vou a lado nenhum para ser livre. O máximo que posso fazer é ir por ser livre. Primeiro és livre, dentro, depois poderás fazer o que quiseres, pois tudo o que fizeres irá invariavelmente reflectir quem tu já és.

E o que é a liberdade interior? Vive cada emoção, por mais ínfima que ela possa parecer. Sente quem és e nesse aspecto não faças concessões. Sente, sente e sente. Esse sentir irá trazer informação espiritual preciosa acerca de quem és e do que vieste fazer à terra. Sente, abre o coração e começa a ouvir a tua intuição. E só então, age. E nesse caminho, encontrarás a forma mais fabulosa de ser livre.


Jesus 
(Mensagem de Luz, Alexandra Solnado)

17/02/2014

Arolo

 Foto: APLICAÇÕES
BENEFÍCIOS
A Arolo Tifar é uma técnica de Naturopatia Energia muito antiga, vem da antiga civilização da Atlântida, redescoberto no início dos anos noventa. O Arolo Tifar é a parte "ativa" de Reiki , o seu complemento. VANTAGENS velocidade de diagnóstico e tratamento indolor CARACTERÍSTICAS O Arolo Tifar é uma técnica de diagnóstico e tratamento, que é possível identificar a origem de todos os desequilíbrios de saúde que podem se desenvolver pessoas individualmente. Há apenas os "sintomas" de uma doença através de uma energia dirigida, mas permite identificar e tratar a causa raiz do problema. Se rapidez de diagnóstico, bem como para o tratamento, é espectacular. Em minutos, permite oferecer um diagnóstico preciso e proporciona a possibilidade de tratamento. Sabe-se que, quando a saúde de uma pessoa é alterado não é uma causa psicossomática oculto e o corpo nos alerta pela doença. Arolo Tifar é polaridade ativa da mesma freqüência de energia do Reiki . Enquanto os últimos atos do sintoma à causa, Arolo Tifar atos indo diretamente para a raiz do problema e resolver os sintomas sem ser repetido. Estas duas técnicas são totalmente complementares às suas formas, produzindo assim uma interacção muito eficaz. Assim que a causa raiz e sintomas conhecidos, é possível equilibrar a saúde da pessoa, animal ou vegetal. cursos de Arolo Tifar mantras, símbolos geométricos e imposição das mãos, que são aprendidas para o técnico Arolo naturopata trabalhar com o uso de energia. Uma aplicação para profundas lugares limpos ou objetos com energias negativas também é aprendido. Um exemplo de sua eficácia e profissionalismo são os resultados. Mais e mais técnicos Arolo na Espanha. Na Hungria, por exemplo, existem mais de 500 terapeutas Arolo Tifar e agora incluído como um assunto nas universidades. O reconhecimento é tal que oficialmente trabalhando com a Cruz Vermelha. patologias ara que podem ser indicados: . Para qualquer tipo de doença física, emocional ou espiritual Contra Não há contra-indicações são conhecidos.

APLICAÇÕES e BENEFÍCIOS


A Arolo Tifar é uma técnica de Naturopatia Energia muito antiga, vem da antiga civilização da Atlântida, redescoberto no início dos anos noventa. O Arolo Tifar é a parte "ativa" de Reiki , o seu complemento.


VANTAGENS - velocidade de diagnóstico e tratamento indolor.


CARACTERÍSTICAS O Arolo Tifar é uma técnica de diagnóstico e tratamento, que é possível identificar a origem de todos os desequilíbrios de saúde que podem se desenvolver pessoas individualmente. Há apenas os "sintomas" de uma doença através de uma energia dirigida, mas permite identificar e tratar a causa raiz do problema. Se rapidez de diagnóstico, bem como para o tratamento, é espectacular. Em minutos, permite oferecer um diagnóstico preciso e proporciona a possibilidade de tratamento. Sabe-se que, quando a saúde de uma pessoa é alterado não é uma causa psicossomática oculto e o corpo nos alerta pela doença.


 Arolo Tifar é polaridade ativa da mesma freqüência de energia do Reiki . Enquanto os últimos atos do sintoma à causa, Arolo Tifar atos indo diretamente para a raiz do problema e resolver os sintomas sem ser repetido. Estas duas técnicas são totalmente complementares às suas formas, produzindo assim uma interacção muito eficaz. Assim que a causa raiz e sintomas conhecidos, é possível equilibrar a saúde da pessoa, animal ou vegetal.


Cursos de Arolo Tifar mantras, símbolos geométricos e imposição das mãos, que são aprendidas para o técnico Arolo naturopata trabalhar com o uso de energia. Uma aplicação para profundas lugares limpos ou objetos com energias negativas também é aprendido. Um exemplo de sua eficácia e profissionalismo são os resultados. Mais e mais técnicos Arolo na Espanha. Na Hungria, por exemplo, existem mais de 500 terapeutas Arolo Tifar e agora incluído como um assunto nas universidades. O reconhecimento é tal que oficialmente trabalhando com a Cruz Vermelha. patologias ara que podem ser indicados:  Para qualquer tipo de doença física, emocional ou espiritua.

Não há contra-indicações conhecidos.

O Arolo-tifar utiliza um sistema de comunicação idêntico ao que é usado pelos golfinhos. Segundo estudos científicos realizados com esses animais sabe-se que eles são capazes de enviar e receber informações, através de impulsos energéticos a uma longa distância e identificar situações incomuns, tanto no que diz respeito ao corpo como ao espírito.

Sabe-se de inúmeros casos de golfinhos que ajudaram pessoas em situações de emergência no mar, que foram salvas ou ajudadas por golfinhos, pois eles captam os impulsos energéticos da pessoa em desespero.
Arolo: trata-se de um sistema de identificação energética que permite diagnosticar a CAUSA principal de um problema e tratá-la de uma forma direcionada e específica, diluindo a causa para eliminar os sintomas que ela provoca.
As dificuldades de uma provação e ensinamento cármicos são facilmente identificadas, tornando mais rápida e fácil a sua superação.

O Arolo é um sistema de diagnóstico e tratamento de qualquer disturbio físico e emocional. Pode inclusive auxiliar para avaliar as carências ou excessos de substâncias terapêuticas no organismo, avaliando inclusive sua necessidade ou não.

No Arolo, o ser humano é avaliado sempre em sua totalidade, e nunca apenas pelos sintomas que ele apresenta. O adoecimento de um ser humano é sempre causado pelo seu distanciamento de sua parte divina. O Arolo visa exatamente desfazer esta desarmonia.


O Arolo seria o nível superior da escola de terapias. Em 1989, F.E.Eckard Strohm descobriu esta modalidade de cura e a tornou acessível a todos. A energia do Arolo era utilizada já em Atlântida pelos mestres da cura, os Tifar. Nesta modalidade o terapeuta participa ativamente do processo de cura, pois além de avaliar os sintomas, ele pesquisa a causa que provocou a desarmonia, e irá tratar diretamente a causa do problema. Basicamente a saúde significa a perfeita unidade entre o divino e o humano. Todo o desvio desta premissa provoca uma doença como conseqüência.
No Arolo avaliamos o problema em cinco planos:

  1. Plano Espiritual
  2. Plano Mental
  3. Plano Psíquico
  4. Plano Energético
  5. Plano Físico

Depois de determinar em qual plano de sintomas está a causa geradora, se trata o plano causa. A causa pode ser por falta ou por excesso de energia, assim o terapeuta pode ou canalizar a energia divina que falta ou drenar a energia humana em excesso no paciente. A energia do Arolo propaga diretamente ao corpo energético, tornando assim o tratamento extremamente eficaz.
Através do sistema de diagnóstico do Arolo é possível também fazer uma avaliação das substâncias que o organismo necessita para otimizar a cura, podendo inclusive determinar as dosagens destas substâncias. Uma vez que não é uma modalidade exclusivamente energética, as alternativas através do Arolo são ilimitadas.

  

Curso Anjos Atlantes 1 - dias 22 e 23 Março de 2014 (conferência gratuita 20/02/2014)


Workshop Dependência Emocional


O Workshop Dependência Emocional surgiu depois de dar-me conta (e a Vida reforçar a importância de abordar essa questão) que as nossas emoções - principalmente as emoções contrativas como o medo, a perda, a raiva, o ódio - criam laços interpessoais que nos bloqueiam e acorrentam a determinadas pessoas e situações. Essas emoções, provenientes de "feridas emocionais" não resolvidas, fazem-nos viver padrões e "filmes" muitas vezes predeterminados na nossa infância, que não são reais, mas procuram a nossa atenção gerando respostas emocionais automáticas. E aqui podemos entrar em modo cíclico, sem conseguir sair e cortar essa ligação ao passado.

A dependência surge sempre por uma carência. Existem várias técnicas psicológicas e espirituais para nos ajudar a lidar com esta problemática tão comum. Neste workshop, o objetivo é ensinar como cortar laços emocionais que estão a impedir a evolução pessoal.

As ligações emocionais são saudáveis desde que exista liberdade e respeito na relação, o que muitas vezes, pelos padrões que herdamos não acontece. Ou estamos dependentes do reconhecimento e aprovação do outro, ou parece que aquela pessoa tão querida nos fere exactamente naquilo que mais nos dói. A co-dependência é uma condição frequente nas mais variadas relações, seja relação de casal, relação de pais e filhos, relação de amigos, relação de trabalho...

Querer libertar-se da dependência emocional não significa que nos vamos separar da pessoa em questão. Também não significa que estamos a acabar com o amor. Estamos apenas a afastar as velhas histórias e os sentimentos inúteis e a criar assim um novo espaço livre para o verdadeiro amor e o encontro despreocupado no presente.

Venha conhecer os sintomas da dependência emocional e como libertar-se dessa condição / adição que em muito impede a verdadeira evolução do nosso Ser.

O Workshop vai ser realizado no Centro Holístico Beladonna, em Monção, no dia 19 de Fevereiro de 2014.
Vão ser realizados 2 horários para este workshop, duração de 1h: 11h-12h e 19h-20h. O custo do workshop é 10€.

Não pense mais, venha conhecer-se um pouco mais e aprender a libertar-se das suas correntes emocionais!
Abraço caloroso,
Andreia Viana

12/02/2014

Eu Quero

Já reparaste que a maior parte das pessoas está sempre a «querer» algo? «O que me dava jeito agora era encontrar uma casa desta e daquela maneira.» «O que eu queria era fazer isto e aquilo, assim e assado.» E quando as coisas não acontecem, as pessoas ainda põem mais força nesse «querer» – «Eu queria tanto.» Acreditam piamente na expressão «Querer é poder», e «querem» de uma forma violenta e radical.

E eu pergunto: Se «querer é poder» porque é que o que elas «querem tanto» não acontece? Porque é que essas pessoas não param só por um bocadinho, e tentam compreender porque é que as coisas não lhes acontecem?

É simples. Elas querem que algo lhes aconteça porque estão extremamente desconfortáveis na situação actual. Então o ego «desenha» um plano: se me acontecer tal coisa, saio deste desconforto. E pronto. Está feita a estratégia. A partir de agora, é só «querer» com muita força.

E se eu te disser que o Universo enviou essa experiência do desconforto para ser vivenciada, e não para se fugir dela? E se eu te disser que, enquanto não se vivenciar, não se deixar doer, não se chorar se for preciso, a dor do desconforto não é dissolvida e a situação não se desfaz?

E se eu te disser que enquanto não aceitarem o desconforto, a solução nunca virá? E se eu te disser ainda que, mesmo que aceitem vivenciar o desconforto, depois, o que vier depois, pode não ser nada do que a pessoa esperaria? Pensa nisso.

Jesus 
(Mensagem de Luz, Alexandra Solnado)

Jornadas de Saúde Natural e Ecológica



Saludos cordiales .
Ya podemos anunciar que el próximo mes se desarrolla la 6ª edición de las JORNADAS DE SALUD NATURAL Y ECOLOGÍA , este año en la ciudad de Ourense . La excursión puede ser " integral " , pues hay posibilidad de asistir a alguna de las conferencias , visitar los stands , darse un baño en la piscina caliente de  las Burgas de manera gratuita  mañana o tarde  ( situada a tres minutos del Liceo ) , comer en el mejor Restaurante de comida biológica de la Península ( "Todobio", situado a dos minutos del Liceo, por 10 euros ), visitar la bella zona vieja de la ciudad ( donde se halla el Liceo ) ,...
El Liceo de Ourense es una Institución con sobrenombre en la ciudad y su edificio es peculiar y bonito  : destaca  por su "buena energía", siendo el preferido en Galicia para albergar las Jornadas .
Aunque ya os adjuntamos el cartel definitivo ( en dos resoluciones , para reenviar e imprimir ) , en marzo os recordamos el certamen ( quizás con algún añadido en los stands que no aparecerán en el cartel , como es obvio ) .
Gracias por favorecer la noticia a distintas personas . 
Hasta siempre y Feliz Vida
Por " Escuela de Salud Gallego "

11/02/2014

Livros do autor Franz Eberhard Eckart Strohm

Los ángeles de Atlantis es un libro sorprendente que nos enseña una técnica olvidada: la capacidad de poder conectarnos con los ángeles -fuerzas con una conciencia individualizada-, recibir su sabiduría y poder efectuar de este modo grandes sanaciones, en nosotros y en los que nos rodean. Los ángeles de Atlantis abre al lector, Porm Ediod de unos ejercicios sencillos, la posibilidad de acceder a una nueva conciencia cósmica, llena de riqueza creadora, alegría y felicidad, en armonía con nuestro entorno, con los animales, las plantas y las fuerzas de la naturaleza.

Este libro es el resultado del viaje emprendido por el autor, por mandato del arcángel Uriel, a los Archivos Akáshicos, donde obtuvo la revelación de algunos de los secretos de la civilización atlante, entre los que se encuentra el Tarot Atlantis, es decir, el tarot original sobre el que se basó el egipcio y todos los tarots posteriores. Con este libro aprenderemos cómo se echan las cartas y se determina el destino o la sanación de una persona.

La esperada continuación de los Ángeles de Atlantis, es un libro -a la vez teórico y práctico- independientemente en sí mismo y que puede leeerse sin la referencia de la obra precedente. Por un lado nos relata la historia de los Éngeles -su belleza y poder-, con sus fantásticas apariciones en todos los tiempo, pero también nos expone un método de comunicación con ellos, especialmente con nuestro Ángel de la Guarda.

 Fala sobre todo o tipo de relações na nossa vida

Existe ainda outro livro, que se intitula "Kuatsu: técnica oriental de reanimacion".

07/02/2014

"I Wanna Fly" TAYATE OM GATE GATE PARAGATE PARASAMGATE BODHI SOHA - buddhist monks

t's time for peace on Earth
I dreamed of rain on my hands
I walk my way every day
It's so beautiful to smile with you
It's time to go,
It's time to hear the rain, yeah
You can do that
A new way comes to us
Only if you want you can ignore it

(TAYATA OM GATE GATE PARAGATE PARASAMGATE BODHI SOHA)

I wanna fly
I wanna dream
To cross like a star all the universe
I wanna live
I wanna feel
Feel it deep inside every night

(bis)

TAYATA OM GATE GATE PARAGATE PARASAMGATE BODHI SOHA

05/02/2014

O Dom

Sempre que o Universo te propõe uma perda, seja ela qual for, uma perda económica, uma perda material, uma perda física ou emocional, sempre que o Universo te propõe uma perda, só te está a propor uma coisa: conexão. Conexão com o céu, no sentido de compreender o motivo pelo qual tiveste de atrair essa perda, que tipo de energia estás a emanar, para que a consequência seja uma perda.

Em segundo lugar, conexão com as tuas emoções. Espiritualmente, uma perda significa sofrimento, não revolta. Espiritualmente, quando atrais uma perda, a única coisa que deverás fazer é chorá-la. Fazer o luto dessa perda. Desapegar. Com sofrimento, com dor. A dor do desapego vai fazer-te ficar mais sensível, mais conectado com as tuas emoções.

Vai fazer-te ficar frágil, com a emoção à flor da pele. Um «vidrinho de cheiro», como vocês dizem. Vai fazer-te ficar com a sensibilidade aguçada ao máximo. E ter a sensibilidade aguçada é ter o Dom.

Resumindo: quando atrais uma perda é para ficares mais sensitivo, mais frágil, mais intuitivo, e é para exerceres o Dom. Com isto podemos depreender o seguinte: se o Universo apenas rearmoniza o que não está harmonizado e se quando envia uma perda é para que fiques mais sensível, quer dizer que o que estavas a emanar era o oposto. Devias estar a emanar a desconexão absoluta, a defesa, a racionalização e a necessidade de ser forte. Tudo coisas contrárias ao ser espiritual.

Sugestão: Se conseguires manter-te sensível e frágil, intuitivo e conectado, se conseguires ficar no estado do Dom, o Universo não mais necessitará de rearmonizar nada e não mais te enviará perda de espécie alguma. Queres tentar?

Jesus 
(Mensagem de Luz, Alexandra Solnado)

04/02/2014

Seres Cristais

 

Energia vibrante, pacificadores, sensíveis….. Essas qualidades e outras mais são dadas às Crianças Cristais. Hoje se fala muito nestas crianças, como se só agora tivessem se dado conta de sua existência. Elas sempre existiram e foram tratadas não como uma graça de telas, mas como um castigo divino pras famílias que as recebiam. Parece-te cruel? A mim também, mas é a mais pura das verdades. A aura destas crianças é tão cristalina e vibrante que à medida que elas adentravam uma família energias diferentes são geradas nas pessoas. Como a população a muitos e muitos anos vem sendo engessada, blindada pra não sentir, não se emocionar, não amar verdadeiramente, encontrava então dificuldade de lidar com essas diferenças. Como seres humanos altamente corrompidos, violentados pelos bloqueios, pelas mentiras plantadas em prol de um controle massificante, se tornam agressivos e tentam destruir este novo ser. Implantam na alma pura os mais indesejáveis tormentos. Assim muitas destas crianças foram destruídas. Hoje os adultos cristais que ainda vivem, mesmo sem saber que chegou aqui por graça divina com a missão de trazer equilíbrio à população, vivem a margem, como seres incômodos, sofrendo agressões psicológicas, atacados como não merecedores de grande atenção.
É bastante difícil saber tratar uma criança com tantas qualidades. Mas não temos o dever de lhes ensinar a vida, temos sim que ter humildade para aprender com elas. Quando penso em uma criança vibrante, penso nos elementais da natureza, que erroneamente ficamos pondo nome e os classificando em grupos como sempre foi feito com o ser humano. Que é rotulado e classificado porque assim fica bem mais fácil à manipulação não é mesmo? Com os elementais não é assim. Elementais são energias naturais que compõe o sutil, o vibrante em nosso mundo. Energia que desconhece o bem e o mal. Esta a serviço da natureza. Entende o ser humano como ser natural. Por este motivo muitas vezes é usado pelo ser humano de maneira errônea, que lhe incute a própria maldade, os vícios, a avareza. Quando olhamos pra um ser humano cristal sentimos sua profundidade no olhar. Não se preocupe este ser não esta te enfrentando, ou te julgando, esta apenas analisando tua alma, pra assim te servir melhor. Mas não confunda a falta de julgamento com ignorância. Não podes mentir a um cristal, você esta descoberto diante destes olhos, só não serás enfrentado nas tuas vilanices (se tiveres) porque não é isto que um cristal faz, apenas analisa sem julgar. Mas não abuse da sorte, se precisar te por no lugar, ouviras a ranger da tua caixa preta sendo aberta. É assim que muitas vezes nos vemos, despidos e sendo forçados a enfrentar nossos mais terríveis fantasmas. Quando, e se tiveres a sorte de pertencer ao grupo de amizade de um cristal, saiba estar a altura desta amizade. Um cristal não é dado a grandes agarramentos com amigos, mas se conheces alguém assim saibas que sempre estarás em seus pensamentos e auxilio energético.
Escritora Júlia Queiroz

As Crianças Cristal

As Crianças Cristal
  
As crianças CRISTAL são recém-chegadas ao planeta (cada vez em maior número). No entanto, sempre existiram, ainda que em pouca quantidade . As crianças cristal são os chamados pacificadores, pois trazem atributos de paz e equilibrio para poder continuar o trabalho começado pelas crianças índigo. Ambas as crianças representam um desafio para a sociedade, especialmente para os pais. A forma de tratá-las vai ter de mudar, os pais e os educadores têm de adotar novas formas de ser, para lidar corretamente com as crianças da nova vibração.

Segue-se um texto sobre os atributos de uma criança cristal - de Sharyl Jackson - traduzido para o castelhano por J. M. Piedrafita Moreno e para o português pela autora:
"Que sabemos das crianças da vibração de cristal? Por um lado, sabemos bastante. Por outro, nada sabemos de muito concreto. Como as próprias crianças, a informação, neste momento, é muito etérica, muito sutil e pouca óbvia. A diferença dos seus irmãos e irmãs 'confrontadores' Índigo, as crianças cristal não modificaram as coisas ... ainda. O 11 de setembro de 2001 foi um ponto decisivo, um sinal e uma porta de acesso para a próxima onda de crianças. A era das crianças cristal já chegou.
As crianças CRISTAL são provavelmente, em grande medida, as crianças (filhos) dos Índigo. Podem até ser índigo. Em uma conversa muito recente com Lee Carrol sobre os cristais, este declarou que são Índigo artistas. Ele pode ter razão realmente é o mesmo. O que realmente importa é que cada grupo ou subgrupo de crianças inspiradas pela unidade seja apoiado, e lhes seja permitido realizar seus trabalhos, seus propósitos divinos. Steven Rother (proprietário de Planetlightworker.com) e o seu grupo chamam essas crianças de os pacificadores, enquanto que os Índigo foram chamados de confrontadores de sistemas. As crianças indigo foram assim chamadas pela diferente cor de suas auras, o Índigo, que é a cor do terceiro olho, ou seja, do chacra frontal. Como são muito intuitivas, mentais, rápidas e se aborrecem facilmente, as crianças cristal, ao contrário, são chamadas assim não pela cor da sua aura, mas pela sua alta vibração. Talvez com o tempo se saiba que as crianças cristal são mais dominantes no chacra da coroa, o spectrum de cor violeta, e que sua aura é branca ou transparente.
Quando começaram a chegar as crianças cristal? Elas sempre existiram no planeta, porém era uma minoria que atuava como exploradores, apalpando o terreno, e a qual a humanidade não tratou muito bem. Como, por exemplo, aquele que ficou conhecido como Jesus, o Cristo. Com muita freqüência, esses exploradores eram assassinados, mas serviam o propósito de deixar sementes. Freqüentemente, diz-se que "cristal" e "Cristo" são palavras muito similares e, por esse motivo, têm uma definição parecida. Recordando o que foi dito, o leitor pode fazer uma boa imagem ou sentimento do que são as crianças cristal e para que vieram. Use suas habilidades intuitivas para sintonizar com a energia dessas crianças, criando uma unidade com elas, e o resultado no planeta será espantoso !
Com a chegada das crianças índigo, vimos um incremento dramático no número de crianças diagnosticadas como hiperativas ou com ADD peja comunidade médica. Já se escreveu muito sobre esse fenômeno, por isso, deixo essas explicações para os mais entendidos. No entanto, perguntavam-me como as crianças cristal seriam classificadas. Observando, que comecei a ouvir foi a palavra "autista". Agora estou bastante convencida de que veremos um crescimento dramático no número de crianças autistas. Estas são realmente as crianças cristal (ou índigo artisticos), tão sensíveis e vulneráveis ao mundo que as rodeia, que se escondem dentro de si mesmas, desconectando-se o mais que podem, até mesmo dos humanos, para sobreviverem em um mundo em que ainda não se encaixam. Voltando à pergunta sobre quando as crianças crístal começaram a cbegar aqui, podemos dizer que desde as últimas quatro décadas, mais ou menos. Uns quantos mais do que o normal começaram a encarnar para ancorar a energia. Pelo que tenho observado, foi um dos trabalhos mais duros do planeta, mas alguém tinha de fazê-lo, pois apenas alguns dos "grandes" se encarregaram do trabalho. Até então, não era garantido que o planeta pudesse estar preparado para as crianças de vibração cristal, mas o espaço tinha de ser criado, o caminho tinha de fazer-se, sementes tinham de brotar, de qualquer forma. E aqui estamos. no século XXI, tendo passado por todas as nossas provas, dando as boas-vindas a uma grande quantidade dessas crianças, de forma que, aparentemente, estamos preparados. Como reconhecer essas novas crianças ou poucos adultos cristal que, como precursores, ancoraram as energias necessárias? Não andam por aí causando estragos, vivem tranqüilamente em uma obscuridade relativa. Fazendo o melhor que podem para ficar no planeta. Tive o prazer e a honra, assim como também a frustração, de criar um desses pioneiros, uma das primeiras crianças cristal, que agora já é adulta.
Minha experiência pessoal, minha intuição e os conselhos dados pelo grupo foram usados para recompilar uma lista de atributos das crianças da vibração cristal. Por favor, considerem que esses atributos não são todos inclusivos, nem toda a criança cristal exibe necessariamente todas essas qualidades. Extremamente sensíveis a tudo no seu meio ambiente: sons, cores, emoções negativas dos outros, cheiros, comida, produtos quimicos, a sensação de "estar vestido", violência, a dor de outros, consciência de grupo, freqüências eletromagnéticas, radiações solares.
Tão sensíveis que são profundamente vulneráveis, com muita intensidade e grande vulnerabilidade.
Devem passar um tempo sozinhas, não vivem bem em grupos e poucos entendem sua necessidade de solidão.
Devem entrar em comunhão com a Natureza e os elementos diariamente. O Espírito da Natureza os ajudará a equilibrar e a limpar todas as energias não harmoniosas que os afetam tão profundamente.
Simplesmente não entendem "a desumanidade do homem contra o homem", a guerra, a avareza, etc .. e podem sentir-se facilmente sufocadas com tudo isso. Retrair-se, desconectar-se, proteger-se se a vida é demasiado intensa, se eles se traumatizam ou vêem ou sentem outros traumatizados.
Normalmente são tranqüilos, os outros os admiram e se sentem atraídos por eles como um imã. Terão profundas e longas relações com humanos que lhes ofereçam o amor incondicional que os cristal sabem que é o único amor verdadeiro.
Quando um cristal olha para você, é como se tivesse penetrado dentro da sua alma.
Raramente necessitam ser tratados como uma criança tradicional pois são gentis, prudentes e capazes de dizer o que necessitam, o que é bom ou o que não é bom para eles. Quando o meu filho era muito pequeno, disse um dia: "Eu não posso beber álcool ou tomar drogas", e ele jamais tomou nada disso.
Com freqüência evitarão multidões ou centros comerciais. Demasiadas energias diferentes os incomodam.
Sentem um amor profundo pelas crianças e pelos animais. Têm uma forma extraordinária de conectar-se com todas as criaturas.
A água é muito benéfica para limpá-los e acalmá-los: banhos freqüentes, duchas diárias, cascatas, fontes, brincar com a água e a areia.
Requerem roupas confortáveis, à sua escolha, em cores e fibras naturais. Precisam de muita água pura e com freqüência preferem alimentos orgânicos frescos.
Antes de nascer, com freqüência, disseram a seus pais seu nome, como se o ouvissem em pessoa.
Milagres e magia ocorrem à sua volta: aparece dinheiro, os animais o procuram, os bebês lhes sorriem, curas ocorrem naturalmente.
São extremamente empáticos, ao ponto de saber o que um desconhecido está sentindo.
Sentem medo de intimidar porque se sentem invadidos, e não respeitados muito facilmente. Preferem ficar sozinhos a ter o seu "espaço pessoal corporal" descuidado. Também evitam relações românticas por medo de ferir o outro se a relação terminar.
Há uma inocência, uma falta de malicia, uma pureza, graças à ausência de ego nos cristal.
Podem necessitar de ajuda para aprender a conectar sua energia. Pode ser feito por meio de atividade fisica. Natureza, esportes, artes marciais, ioga ou dança.
Podem estragar aparelhos elétricos, rádios, televisões, computadores. Abstêm-se de mostrar emoções por medo da sua amplificação e perda de controle, pois podem parecer passivos ou sem sentimentos.
Podem sentir-se responsáveis porque alguém morreu, ou está ferido, ou, ainda, discutindo.
Podem ter, e provavelmente tiveram, periodos de depressão profunda. Respondem bem ao trabalho corporal à massagem ou ao trabalho energético realizado por alguém que está equilibrado. Massagens craneo-sacrais podem ser cruciais para manter seus corpos saudáveis e sem dor.
Com freqüência têm um metabolismo alto e são naturalmente vegetarianos. Inteligentes, vêem todas as possibilidades com um entendimento instintivo das leis espirituais, de como funciona tudo.
Têm uma conexão limpa com o seu eu superior, ascedendo naturalmente ao seu guia superior. É por isso que sabem a verdade da unidade espiritual. Curadores e pacificadores natos, com muitas habilidades, são capazes de regenerar os ossos e a pele.
Quando muitos de nós formos, gradualmente, renovados, ascenderemos à energia cristal que já está no DNA.
Podem ser pessoas de muito poucas palavras, mas todos os escutam, quando tranqüilamente expressam sua sabedoria com humildade. No entanto, não darão conselhos sem que lhes tenham sido pedidos e nunca interferirão."
Apresentamos, agora, de uma forma mais esquematizada e sintética, as diferenças significativas identificadas entre as crianças índigo e as cristal. Essas últimas têm revelado uma sensibilidade muito acentuada e, portanto, é necessário observar atentamente para, no futuro, não virem a sofrer danos psicológicos e emocionais, já que se assustam e, às vezes, até se atemorizam com a violência fisica: são também propensos a contrair alergias, "sensiveis a campos eletromagnéticos, entre outras coisas"...
Outros autores salientam que as crianças e os adolescentes de vibração cristal, em geral, podem apresentar ainda algumas das seguintes características:

* São tranqüilos, pacíficos (têm mesmo uma função pacíficadora), gentis, construtores.

* Apresentam,às vezes, capacidades telepáticas. Possuem uma força interior extraordináría.

* Lideram por meio do exemplo, são construtivos, e não têm o hábito de denunciar o que está errado, como os índigo.

* Testam seus limites psíquícos.

* Calam-se e afastam-se quando há conflítos. Têm tendêncía a evitar confrontações e arrelias.

* Falam com poucas palavras, mas o que dizem tem profundídade, e só dízem o que pensam se lhes pedem.

* Irradiam paz e tranqüilidade.

* São bastante afetuosos com os outros e percebem suas necessidades, embora geralmente não gostem de ser abraçados.

* Harmonizam naturalmente a energia que os rodeia.

* São menos robustos do que os índigo e são mais vulneráveis emocionalmente. Com eles não se pode brigar.

*Suas características podem ser confundidas com o autismo, por serem, às vezes, muito introvertidos e pouco sociáveis, sobretudo se percebem que não são compreendidos.

* Revelam possuir habilidades psíquicas desde que nascem.

* São extremamente sensíveis a tudo o que é o seu meio ambiente: sons, ruídos desagradáveis, cores, emoções negativas nos outros, cheiros, comida, produtos químicos, violência, a dor dos outros, consciência de grupo, freqüências eletromagnéticas, raíos solares. Podem ligar ou desligar aparelhos elétricos, rádios, televisores, computadores, alguns aparelhos até podem ser queimados com a sua presença.

* Procuram passar bastante tempo sozinhos, não se sentem bem vivendo em grupo, pois poucos entendem a sua necessidade de solidão. Gostam de se comunicar com a Natureza.

* Não compreendem nem aceitam a falta de humanidade do homem para com o homem: guerra, avareza, perseguíção.

* Retraem-se, desligam-se ou desconectam-se para se proteger quando à sua volta o ambiente é demasiado violento, podendo ficar traumatizados.

* Ainda que normalmente sejam tranqüilos, as pessoas sentem-se atraídas por eles como se fossem um imã. Têm grandes e profundas relações de amízade com pessoas que lhes oferecem amor incondiicional, o único amor verdadeiro.

* São gentis e prudentes, serão capazes de dizer aos outros o que eles necessitam, o que é bom para eles e do que precisam.

* Com freqüência evitam aglomerações de pessoas: centros comerciais, feiras, por haver demasiada concentração de energias diferentes. Antes de elas nascerem, os pais tiveram algum tipo de experiência psíquica com essas crianças.

* Milagres e magias acontecem ao seu redor. Até curas podem acontecer à sua volta, com naturalidade, porque são extremamente empáticos, até conseguem saber o que um desconhecido está pensando.

* Têm uma inocência e uma falta de malícia, uma pureza, graças à ausência de ego.

* Preferem abstrair-se a mostrar suas emoções, por receio de perderem o controle, podendo parecer passivos e sem sentimentos.

* Têm capacidade e facilidade para se ligar, ou conectar, com o seu eu superior e com o todo, ascendendo naturalmente ao seu guia interior; por ísso, sabem da existêncía da unidade espiritual.

* Possuem um bom equilíbrio dos dois hemisférios cerebrais, integrando as duas energias, a feminina e a masculina.

Segundo alguns autores há pessoas que integram, na mesma pessoa, as duas energias: Índigo e cristal. Elas podem ter uma mescla das duas energias, o que as faz mudar de comportamento conforme as situações. Não aceitam as regras culturais e só aprendem o que acham que é necessário. Têm, portanto, sua atenção centrada naquilo que para elas é essencial.

O silêncio é a melhor forma de se comunicar com uma criança ou um jovem cristal. O cristal é muito mais autônomo do que o Índigo, porque sua energia (se está equilibrada) lhe basta, e só aceita sua visão das coisas, porque sabe muito bem o que quer e o que é melhor para ele.

A solidão é muito apreciada pelos seres cristal, por isso, eles se afastam sem dar explicações, por necessitarem desses momentos de silêncio e solidão para se equilibrar e se centrar interiormente. Quando percebem que os outros querem usufruir de sua energia, limitam-se a desaparecer sem qualquer explicação.

Eles nada fazem para mudar as situações e muito menos as pessoas, respeitam os outros, mas exigem que os respeitem também. Por isso têm, às vezes, uma raiva contida que lhes pode trazer muitos problemas na relação com os outros, já que não perdem tempo com explicações do que pensam ou do que acham que está mal, mas sentem tudo muito intensamente, no seu intimo e na sua sensibilidade.

Entre irmãos (ou entre amigos), se um tem mais características Índigo e o outro, cristal: o Índigo tem tendência natural para proteger o cristal. Os Índigo vivem para o exterior, para fora, enquanto que os cristais são naturalmente espirituaís, já que vivem para o seu interior, para dentro de si. Têm percepções, intuições e captam muito mais questões relacionadas com a espiritualidade.

É verdade que não existem características ou padrões definitivos, muito menos rígidos, e nesse amálgama que é, neste momento, a evolução humaana, podem existir pessoas com algumas características Índigo e outras cristal e, no entanto, não se considerarem ainda um Índigo puro ou um cristal puro. Essas características surgem cada vez mais e, em pouco tempo, poderemos ser todos habitantes de um planeta Índigo. Os cristal têm uma aura transparente que não se vê nesta dimensão, há quem lhes chame cristal exatamente por isso. Dai que a dominância será certamente a cor Índigo, já que a cor do cristal não predomina.

Para concluir o tema das crianças cristal (embora a informação surja constantemente, por ser um assunto bastante recente), deixamos a vocês a experiência de J. Piedrafita Moreno e o seu primeiro encontro com uma criança cristal:

"Já tinha ouvido falar das crianças de vibração cristal, que eram o nosso passo seguinte na escala evolutiva humana, e que os indigo preparavam o terreno para a sua chegada.

A informação que eu tinha se referia a 2012. A minha intuição ultimamente me dizia que tudo acontecia mais rapidamente e uns dias atrás encontrei um artigo sobre eles. Deixei correr sem investigar muito.

Ontem, por 'casualidade', depois de dar uma pequena palestra sobre crianças índigo e sua educação, fomos a um café. Estávamos tomando algo quando um bebe de mais ou menos 1 ano de idade entrou, sentado em um carrinho empurrado por sua mãe. Foi como se tivesse entrado um Buda: puro e cheio de felicidade, irradiava paz.

Sendo eu um indigo, não o reconheci como tal, a primeira coisa que me veio à cabeça foi: 'criança cristal'. Sua vibração não era como a dos indigo, que rompe e muda sistemas. Era uma vibração que equilibrava e harmonizava tudo à sua volta. Sua aura tinha uma densidade especial, etérea.

Pude passar com ele um bom tempo, e a sua vibração impregnou todo o meu ser, de uma forma que eu nunca tinha sentido antes: a sensação de felicidade perdurou durante um longo tempo.

Foi uma das experiencias mais bonitas de minha vida.

A vibração cristal está abrindo caminho, já se faz presente, trazendo a quinta dimensão até nós".

03/02/2014


 

1- Elige a alguien como si fueras ciego. Cierra los ojos y observa qué puedes sentir de esa persona, de su gentileza, su lealtad, su comprensión, su devoción, su habilidad para ocuparse de ti, su habilidad para cuidar de sí mismo como un ser independiente. En nuestra cultura nos basamos mucho en lo que vemos con nuestros ojos externos. Pero cuando miramos al objeto de nuestro amor, es mucho más importante lo que vemos con los ojos cerrados. 

2- Elige a alguien que tenga la habilidad de aprender. Si hay algo que verdaderamente hace diferencia entre un amante para toda la vida y uno fugaz, es una persona que tenga la habilidad de aprender. Dice el refrán “el ignorante es poco tolerante”. Aquellos que no pueden aprender cosas nuevas, ver las cosas a la luz de lo nuevo, ser curiosos acerca del mundo y de cómo funcionan las cosas o las personas, a menudo se cierran y dicen. “No, esto tiene que ser así, de este modo” y para una relación de toda la vida es mejor estar con alguien que se abra y se cierre aprendiendo y evolucionando.

3- Elige a alguien que quiera ser como tú, fuerte y sensible a la vez. Para no confundir el significado de estas palabras, no relacionarlas con la rigidez y la fragilidad. La fuerza en el sentido en que es fuerte un árbol: pueden soplar fuertes vientos pero se sostendrá porque es flexible y se moverá para adelante y para atrás con el viento. Y en cuando a la sensibilidad, estoy hablando de ver, estar alerta a las cosas que están alrededor de uno. Algunas personas pueden necesitar una pequeña ayuda en esto, pero a menudo en algún en algún lugar profundo en su mente, o en su corazón, ya están despiertos y alerta a todas estas cosas, si bien no saben cómo articularlas. Y es por eso que el número 2 es tan importante: la habilidad para aprender. Puedes tener todas las posibilidades, todas las potencialidades del mundo para ser amable, amoroso, devoto, bueno y el mejor amante conocido del género humano pero si no puedes aprender a desarrollar ese potencial. ¡Entonces no sirve de nada!

4- Elige a alguien que cuando lo hieras, sienta dolor y te lo muestre. Y viceversa... elige a alguien que cuando te hiera, vea tu dolor y lo registre. Esto es muy importante. Hay muchos modos en que la gente muestra el dolor. A veces reclamando es una de las cosas que hacen las personas más extrovertidas. Reclaman, se vuelven locos... pero es su propia expresión de dolor. Lo peor es cuando le haces a tu compañero algo que no es amable, o que es impensado y él no muestra reacción. Como si no se permitiera a sí mismo mostrarse verdaderamente humano en tu presencia. Pasamos por muchas relaciones o unas cuantas, antes de encontrar a alguien con quien querríamos pasar nuestra vida. Sentimos las heridas en tantas relaciones que empezaban con grandes esperanzas pero que terminaban con fallas y accidentes. Por otro lado, te vas a encontrar con otro que no está intacto, que también está herido de algún modo. Como resultado de esto es que la habilidad de tu compañero de mostrar su dolor es tan importante como su habilidad para percibir tu dolor. ¡Es muy importante! Porque por naturaleza de las relaciones hay momentos de tensión en que presionamos o hicimos algo que lastimó al otro y esto no puede ser evitado completamente, pero no debe ser la misma herida una y otra vez. La gente tiene que aprender cada vez. Puede que alguien haya acumulado enojo y sufrimiento, heridas de los amantes anteriores, y haya adquirido así la habilidad de herir al nuevo amante y hasta ser desbordado por el deseo de herirlo. Entonces debe ser capaz de parar, de detenerse cuando ve el dolor en la otra persona.

5- Elige a una persona que tenga una vida interior. Trabajando, dibujando, escribiendo, a través de la meditación, la religión, algo que ame. Elige a una persona que esté en viaje y te vea como a un compañero de camino, un compañero de viaje. La habilidad para estar completamente con el otro y al mismo tiempo enteramente separado es muy importante. Las relaciones son cíclicas y hay momentos para estar muy cerca el uno del otro y otros momentos para apartarse.

6- Elige a alguien que tenga pasiones similares a las tuyas en la vida. Una relación construye una memoria. Estas memorias, lo compartido, son el “pegamento” lo que une la relación. Por el placer que es recordar buenos tiempos juntos, pero también los tiempos duros. Si no hay nada que verdaderamente disfruten juntos, es muy difícil pasar estos tiempos con el otro. Aun cuando cada uno pueda ser muy distinto del otro y hacer cosas muy diferentes, tiene que haber algo, algo tan simple como descansar juntos en la bañera o secarse juntos el pelo al sol, o dar vuelta a la manzana cada noche, o cualquier cosa de estas muy simple... sé que estarás pensando, cepillarse juntos los dientes a la mañana... Si, poco más que esto.

7- Elige a alguien que tenga valores similares En cuanto a tener hijos, al nacimiento de los niños, la familia, roles de hombres y mujeres y las ideas acerca del dinero y la religión. Tal vez todas estas cosas juntas son el ideal y no las puedas encontrar todas sobre todo al principio de la relación, pero puedes tener esto en cuenta. Elegir a alguien que tenga valores similares tiene que ver con disminuir las fricciones en la relación y estas cosas deben sintonizarse si ha verdadero compromiso. Esta sintonía debe darse también en un nivel pragmático y cuando se da en estos niveles prácticos en más fácil que pueda darse en otros niveles más sutiles.

8- Elige a alguien compasivo, a alguien que sea capaz de escuchar, a alguien que te dé tiempo. Particularmente si eres una persona impulsiva, al tener un compañero que no sea tan impulsivo como tú, eventualmente hallarás cierta lentitud que será buena para ti. También alguien que sea un poco lento, al estar con un compañero que sea bien distinto se acelerará un poco. Y podrán después de un tiempo hallar un ritmo propio de la relación. A veces las personas tienen que estar ocho o nueve años hasta tener este ritmo completamente desarrollado. Lleva tiempo construir un milagro... no un milagro porque estén juntos sino por la fuerza que hay en el centro de una relación por la profunda guía del amor.

9- Elige a alguien que se pueda reír de sí mismo. Poder hacer un chiste y reír de la situación y de sí mismo es muy importante. Pero supongamos que no tienes un compañero muy chistoso, elige a alguien que pueda parar una discusión y aprender a reírse de la situación (vuelve al punto 2, alguien que tenga habilidad para aprender)

10- Elige a alguien a quien puedas tolerarle las fallas y características. En los momentos de tensión y cansancio, las cosas que más te atraerían de un compañero, las cosas más encantadoras, serían las que después te volvería loca... Así que no pienses que podrías vivir con alguien que tiene cosas que realmente molesta a las otras personas y que para ti no son importantes porque él o ella las está haciendo y él o ella es tu amante. Hay algunas cosas que son intolerables en cualquier relación sea el matrimonio o las sociedades y los negocios. Tales como el alcoholismo, el abuso sexual, el juego, las actividades criminales, Una persona que no dice la verdad, una persona que no te puede mirar a la cara, una persona por la que no podrías dar fe, una persona que puede hacer cualquier cosa por tapar sus errores. Todo eso sería construir una relación en un terreno inseguro.

11- Ser amigos y no-solo amantes. Y no es solo que digas “si yo sé lo que eso significa, significa que me guste y que lo ame” Significa más que eso y un modo de juzgarlo es pensar. ¿Harías por tu pareja lo que estás dispuesta a hacer por tu mejor amigo? ¿Estás dispuesta a escucharlo, estás dispuesta a hablar de las cosas de las que él tiene ganas de hablar, a prestar atención a los detalles de lo que dice o tiene ganas de hacer? Esto no significa que tengan que estar cuidándose el uno al otro siempre y para siempre, pero sobre ciertas bases y en algunos detalles por cierto que deben hacerlo. Entonces cuando pienses en lo que harías por tu mejor amigo y en lo que harías por tu amante, las cosas se aclararán para ti.

12- Elije a alguien que haga tu vida más grande y no más pequeña.

Clarissa Pinkola Estés.
Imagen: Sonia Koch.