Destino

Cada galáxia tem um campo de energia electromagnética, que por algum motivo atrai outra. Esta atracção primeira é a que traça o desenho. Quando chocam, já estavam unidas para sempre. O choque é apenas a consequência disso. Chocaram porque se atraíram, e depois ficam juntas. E não, chocaram, e porque chocaram ficaram juntas.

Repara na nuance. Na primeira opção, as galáxias mesmo antes de se tocarem já tinham feito o trabalho todo, o de se atraírem. Chocar foi apenas a consequência, ficarem juntas era o destino. Porque é que eu estou a explicar isto tudo sobre as galáxias? Porque os homens são iguais às galáxias.

Quando se chocam, ou até mesmo quando se cruzam, o destino já estava traçado. Já se tinham atraído. O choque foi apenas a consequência. As galáxias, quando se chocam, antes fazem uma dança longínqua e distante para, depois de longuíssimos anos, ficarem juntas. Ficarem juntas já era esperado quando se atraíram. Ficarem juntas foi a consequência de se terem atraído. Não é a consequência de terem chocado. Até porque há galáxias que se chocam e se repelem.

Com o ser humano dá-se a mesma coisa. Quando atrai uma pessoa ou uma circunstância na sua vida, na frequência da vibração já sente se o encontro será para a atracção ou repulsão. Mas, sendo para atracção ou para repulsão, o encontro já estava marcado há séculos.

Jesus 
(Mensagem de Luz / Alexandra Solnado)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Actividade do chakra coronário

Arolo

Curso Feminidad Consciente - 1º